A loba e os gêmeos Remo e Rômulo bordados no escudo da AS Roma.

Sala de Aula - História Antiga - Roma Antiga

LENDAS SOBRE A ORIGEM DE ROMA
A Lenda de Remo e Rômulo e a Lenda de Enéias

Marcos Emílio Ekman Faber

 

O Mito de Rômulo e Remo, a fundação de Roma

Segundo o mito, Rômulo e Remo, irmãos gêmeos, eram filhos do deus Marte (também conhecido como Ares, seu nome grego), e da mortal Réia Sílvia filha de Numitor, rei de Alba Longa.

Amúlio, irmão do rei Numitor, deu um Golpe de Estado, apoderando-se da coroa e fazendo de Numitor seu prisioneiro. Réia Sílvia foi confinada à castidade, para que Numitor não viesse a ter descendência. Entretanto Marte desposou Réia que deu a luz aos gêmeos Rômulo e Remo. Amúlio, rei usurpador, ao saber do nascimento das crianças as jogou no rio Tibre.

Contudo, a correnteza jogou-os à margem. E os irmãos foram encontrados por uma loba, que os teria amamentado e cuidado até que foram achados pelo pastor Fáustulo, que junto com sua esposa os criou como filhos.

Quando adulto Remo se indispôs com pastores vizinhos, estes o tomaram e levaram a presença do rei Amúlio que o encarcerou. Fáustulo revelou a Rômulo as circunstâncias de seu nascimento, este foi ao palácio e libertou o irmão, matou Amúlio e libertou seu avô Numitor. Numitor recompensou os netos dando-lhes direito de fundarem uma cidade junto ao rio Tibre.

Os dois irmãos consultaram os presságios e seguiram até a região destinada a construção da cidade. Remo dirigiu-se ao Aventino e viu seis abutres sobrevoando o monte. Rômulo indo ao Palatino, avistou doze aves, fez então um sulco por volta da colina, demarcando o Pomerium, recinto sagrado da nova cidade. Remo, enciumado por não ser o escolhido, escarneceu do irmão e, num salto, atravessou o sulco sendo morto por Rômulo, que o enterrou no Aventino.

Rômulo, após a fundação da cidade de Roma, preocupou-se em povoá-la. Criou o Capitólio um refugio para todos os banidos, devedores e assassinos da redondeza. A notícia da nova cidade se espalhou e os primeiros habitantes foram chegando, principalmente Latinos e Sabinos. Rômulo, após longa batalha com os Sabinos, firmou acordo com Tito Tácio, seu rei e com este reinou sob uma só nação na grande cidade de Roma.

Atribui-se também a Rômulo a instituição do Senado e das Cúrias.

A lenda de Enéias e o surgimento do povo Latino

Enéias, herói troiano, segundo a lenda, filho do mortal Anquises e da deusa grega Afrodite, ou Vênus seu nome latino.

Após a queda de Tróia, Enéias reuniu seus sobreviventes e fugiu em uma jornada de muitas adversidades, até que por fim chegaram ao rio Tibre. Latino, rei dos habitantes desta região, os recebeu cordialmente. Alguns anos antes Latino recebera uma profecia que dizia que sua filha, Lavínia, seria desposada por um estrageiro, que viria de muito longe, este daria a Latino descendência e elevaria seu nome como nome de uma nação.

Lavínia, porém, era noiva de Turno, rei dos rútulos, que ao saber da chegada de Enéias, prontamente lhe prestou combate. Enéias e os troianos, receberam apoio dos súditos de Latino, venceram em batalha os Rútulos. Enéias matou Turno, casou-se com Lavínia e sucedeu ao rei Latino, morto em combate, e conforme a profecia governou o povo que veio a se chamar Latino.


 

Busca no História Livre

powered by FreeFind

Rômulo e Remo amamentados
pela loba. O mito da fundação de Roma.
 

Vídeo: A História de Roma - Paret 1 (6:08) Telecurso Ensino Médio
 

Vídeo: A História de Roma - Parte 2 (7:21) Telecurso Ensino Médio
Clique para ampliar!!!
Mapa do Império Romano (amplia).
www.historialivre.com - Na web desde 2000
© 2015 by Marcos Emílio Ekman Faber