As cláusulas do Tratado de Versalhes se tornaram munição do discurso nazista. Imagem: Jornal do Brasil de 17 de março de 1935.

Sala de Aula - História Contemporânea - Primeira Guerra Mundial

CONSEQUÊNCIAS DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

Marcos Emílio Ekman Faber

A Primeira Guerra Mundial terminou com a rendição da Alemanha em 11 de novembro de 1918. A partir daí, a Europa passou por uma reconfiguração de poder.

As principais transformações do pós-guerra ocorreram com a edição do Tratado de Versalhes e com as novas definições no mapa político-econômico mundial com o surgimento de novas grandes potências.

Tratado de Versalhes

Em Versalhes, França, foi realizado o Tratado de Versalhes (1919). Este importante encontro estabeleceu que:

  • A Alemanha era a única culpada pela guerra;
  • Por ter causado a guerra, os alemães teriam de pagar indenização aos vitoriosos (Inglaterra e França);
  • O exército alemão ficaria limitado ao máximo de 100 mil soldados (número significativamente baixo);
  • A partir de agora os alemães estavam proibidos de produzir armas e munições;
  • Os territórios conquistados durante a guerra seriam perdidos;
  • A região da Alsácia-Lorena foi reincorporada à França.

Porém, as definições do Tratado de Versalhes apenas acentuaram o descontentamento alemão pela derrota na Primeira Guerra. Na verdade, um sentimento de revanche enxeria os alemães de ódio pelos “vencedores” do conflito. Sentimento, aliás, que seria muito bem explorado pelos nazistas.

Os Estados Unidos após a Guerra

Se os estadunidenses antes da guerra eram devedores da Inglaterra, agora saiam do conflito como credores. Os Estados Unidos da América deixavam de ser uma nação emergente para se tornaram numa nova potência mundial.

Ingleses e franceses após a Guerra

Inglaterra e França que entraram na guerra como as principais potências mundiais, saíram do conflito em grave crise econômica devido às perdas de guerra. Outro problema sério que tiveram de enfrentar foi o de reconstrução de suas principais fontes de energia, abaladas ou perdidas durante o conflito.

Criação da Liga das Nações

A Liga das Nações, uma espécie de antecessora da ONU, foi criada como um mecanismo internacional de mediação de conflitos. Entre seus objetivos estava, principalmente, evitar novas guerras em território europeu.

Entretanto, a Liga das Nações se mostrou ineficiente nas negociações de paz em que se envolveu.

Rússia: a Revolução Russa e o pós-Guerra

A saída da Rússia da Primeira Guerra Mundial, determinante para a entrada dos Estados Unidos no conflito, ocorreu em função da revolução comunista que sacudiu o país em outubro de 1917.

Vitoriosos na Revolução Russa, as classes proletária e camponesa, lideradas por Lênin e Trotsky, iniciaram um processo de transformação político-social-econômico radical no país.

Devido a isso, a Rússia, aliando-se a outras repúblicas socialistas (Ucrânia, Letônia, Lituânia, etc.), se tornou na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Não sendo simplesmente uma nova potencia mundial que surgira, mas uma grande potência comunista.

Com isso, em 1921, foi realizado o X Congresso do Partido Comunista da Rússia, neste congresso foi aprovada a Nova Política Econômica (NEP). As principais medidas da NEP foram:

  • Formação das cooperativas nacionais (responsáveis pela produção);
  • Autorização para o funcionamento de pequenas e médias empresas privadas;
  • Permissão para que os pequenos camponeses comercializassem seus produtos livremente.

Quanto aos setores vitais como indústrias, transportes, comunicações e o sistema financeiro, ficaram sob o controle do Estado. Essas medidas garantiram a estabilidade econômica do país, que experimentaria um processo de rápida modernização.

Em 1924, com a morte de Lenin, Joseph Stálin venceu a disputa com Trotsky pelo governo soviético. Uma vez no poder, Stalin iniciou uma severa ditadura no país que duraria até a morte do ditador em 1953.

A Primeira Guerra foi uma guerra sem fim

Por tudo que vimos acima, especialmente com relação ao Tratado de Versalhes, o fim da Primeira Guerra Mundial não criou um ambiente de paz, ao contrário disso, ampliou as rivalidades existentes desde o período imperialista, especialmente nos alemães que passaram a desejar vingança. O discurso de Hitler era impregnado de acusações contra o Tratado de Versalhes e aos "traidores da nação", pois os social-democratas eram acusados de traidores por terem mediado a rendição do país.

Com isso, as chamas da Guerra se manteriam acesas. Com o caminho estando aberto para que regimes autoritários assumissem o controle em várias nações européias, entre elas Alemanha (Hitler) e Itália (Mussolini).


Busca no História Livre

powered by FreeFind
Autoridades inglesas e francesas se reúnem em Versalhes, França, local onde ocorreria o principal tratado de pós-Guerra.
 

Vídeo: Discurso de Lênin no Komintern (3:14) legendado.
 

Vídeo: Discurso de Hitler - Jgend (5:26) legendado.
 

Pôster saúda Lênin, o grande líder da Revolução Russa de Outubro de 1917.
Charge da época que critica as imposições do Tratado de Versalhes.
 
www.historialivre.com - Na web desde 2000
© 2015 by Marcos Emílio Ekman Faber